Aprenda de vez o que é o glúten e a verdade sobre dietas glúten free

Você sabe realmente o que é glúten? Será que ele é mesmo o vilão que comentam? Vivemos em tempos de busca pelo corpo perfeito e dietas da moda que levam pessoas a restringirem determinados alimentos sem necessidade.

O tema começou a ganhar destaque devido aos casos de pessoas com intolerância a glúten e portadores da doença celíaca. Na primeira situação, o indivíduo não consegue digerir essa proteína e sofre com incômodos gastrointestinais. Já na segunda, o problema é mais grave e envolve uma doença autoimune crônica do intestino delgado.

Para que você não caia em falsas conversas, vamos esclarecer o que é o glúten, qual é sua reação com o organismo e como consumi-lo corretamente. Veja!

[]
1 Step 1
Que tal receber ofertas e matérias com prioridade?
Seu Nome
Previous
Next

O que é glúten?

Trata-se de uma proteína encontrada no trigo, na cevada, na aveia, no triticale, no centeio, no malte, no painço e em todos os seus derivados. Ele se forma quando a água é adicionada à farinha, criando uma massa.

O glúten também é responsável por conferir elasticidade, plasticidade e pastosidade aos preparos, elementos importantes na hora da fabricação de pães, por exemplo. Por isso, quanto mais a massa for sovada, melhores serão a textura e a maciez atingidas.

Para quem tem dificuldade em digerir essa proteína, são indicadas as farinhas de milho, arroz, mandioca, batata e soja. Todas elas não contêm gliadina e glutenina, que são os componentes do glúten.

Qual é a reação do glúten no organismo?

De forma comprovada, o glúten só faz mal aos organismos intolerantes à proteína ou celíacos. Segundo a Organização Mundial de Gastroenterologia, sofre da doença celíaca uma em cada 200 pessoas no mundo.

Parte da população responsabiliza o glúten pelo ganho de peso ou desenvolvimento de diabetes. A verdade é que a maioria dos alimentos com glúten é rica em carboidratos e tem alto índice glicêmico — os grandes responsáveis pelo desencadeamento de tais problemas.

Assim, foram criadas as dietas Glúten Free, que começaram a ser usadas como um estilo de vida e ganharam enorme visibilidade. É comum encontrarmos adeptos a essas ou outras dietas simplesmente porque viram ídolos praticantes nas redes sociais.

Em uma dieta equilibrada, porém, é importante consumir glúten. A substância ajuda a controlar a glicemia e o triglicérides, melhora a flora intestinal, aumenta a absorção de vitaminas ou minerais e deixa o sistema imunológico mais forte.

Como consumir o glúten corretamente?

O segredo para toda e qualquer dieta funcionar é praticar a reeducação alimentar, por meio de um plano equilibrado. Esse processo leva em conta vários fatores (não apenas a restrição radical de determinado alimento).

Se o seu objetivo for perder peso, procure um nutricionista. Caso você não tenha restrição ao consumo de glúten e goste muito dos produtos com essa proteína, o profissional fará uma prescrição de dieta contendo de forma equilibrada massas e outros alimentos, sem que isso prejudique seus resultados.

Fique sempre atento a como seu corpo reage ao glúten. Além da intolerância e da doença celíaca, existe a alergia, que causa reação imediata e vem acompanhada por sintomas nas vias respiratórias ou na pele.

As dietas Glúten Free são essenciais a quem tem restrição alimentar, mas não são mais saudáveis para aqueles que não apresentam problemas relacionados. É preciso ter conhecimento sobre o que é glúten para não cair em estratégias de venda de produtos categorizados como falsos saudáveis.

Tem mais dúvidas sobre dietas restritivas? Então, confira os riscos e cuidados necessários com as dietas sem carboidratos!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.