Coceira, vermelhidão, inchaço? Veja 5 tipos de alergias na pele e como tratá-las

Coceira na pele, vermelhidão, inchaço etc. — esses são sintomas clássicos de alergia, uma condição muito comum, que gera incômodo e diminui a qualidade de vida de quem está passando por isso. Identificou-se com essa situação? Então, você precisa conhecer quais são os principais tipos de alergia na pele!

No post de hoje, separamos algumas informações importantes sobre as alergias e os 5 tipos mais comuns. No final, confira qual é o tratamento para acabar com esse problema. Acompanhe!

O que é alergia?

Trata-se de uma reação exagerada do sistema imunológico contra substâncias estranhas, a qual pode se manifestar em diferentes regiões do corpo, como face, pescoço, axilas, costas, barriga, mãos e pés.

Causas e sintomas

As alergias são desencadeadas por substâncias identificadas pelo organismo como alérgenos. Entre os exemplos mais comuns, estão:

  • picada de mosquito;
  • cosméticos, especialmente perfumes e produtos com fragrância;
  • protetor solar;
  • níquel, substância presente em bijuterias;
  • látex, material presente em luvas e bolas;
  • plantas, como a hera venenosa;
  • medicamentos tópicos, como a neomicina.

Como resultado do contato com os alérgenos, os seguintes sintomas ocorrem:

  • coceira;
  • vermelhidão;
  • irritação;
  • descamação;
  • manchas;
  • borbulhas, que são bolinhas brancas ou avermelhadas.

Eles surgem imediatamente após o contato com a substância estranha ou podem demorar horas ou até dias para se desenvolverem.

Em casos mais graves, o paciente pode apresentar dificuldade para respirar e desconforto na garganta, o que exige cuidados rápidos no pronto-socorro.

Quais são os tipos mais comuns?

Confira, a seguir, os 5 tipos de alergia na pele que ocorrem com maior frequência em toda a população.

1. Urticária

A urticária é uma reação frequente após o consumo de alimentos, como frutos do mar ou amendoim, o contato com látex e as picadas de insetos.

Sua manifestação inclui vergões inchados e vermelhos na pele em formato oval. A coceira é intensa.

2. Angioedema

Semelhante à urticária, o angioedema acomete camadas mais profundas da pele e, por isso, é mais grave. Ele costuma acontecer depois que o corpo já teve um primeiro contato com o alérgeno.

Nesse caso, os vergões atingem a mucosa, com lesões nos lábios, na língua, nas vias respiratórias e até nos olhos. O paciente tem dificuldades para respirar, e pode ocorrer um choque anafilático.

3. Dermatite de contato

A dermatite de contato pode se manifestar de duas formas diferentes:

  • irritativa: quando substâncias naturalmente irritantes desencadeiam um quadro de alergia, a exemplo de uma fralda em atrito com a virilha;
  • por sensibilização: após o contato com substâncias específicas, como látex, níquel e perfumes.

Os sintomas acontecem apenas na região que teve contato com o alérgeno.

4. Dermatite atópica

Muito comum em crianças de até 5 anos, a dermatite atópica apresenta placas escamosas espessas e muita coceira em áreas de dobras, como joelhos, cotovelos e pescoço.

A manifestação é crônica e mais frequente no inverno, quando o clima está mais seco. Isso aumenta a sensibilidade e o ressecamento da pele, deixando-a mais vulnerável às reações alérgicas.

5. Dermatite seborreica

A dermatite seborreica acontece em áreas do corpo que produzem muito óleo, como no couro cabeludo, nas costas e na face. Ela não é grave e acomete cerca de 20% da população mundial.

Nesse tipo de alergia, a pele fica muito vermelha, descamativa e pode até rachar. No couro cabeludo, há a presença de caspas.

[]
1 Step 1
Que tal receber ofertas e matérias com prioridade?
Seu Nome
Previous
Next

Qual é o tratamento?

O tratamento da alergia deve acontecer assim que os sintomas são manifestados. Após lavar a região com água e sabonete neutro, para retirar resquícios da substância alérgena, é recomendado aplicar um produto tópico hipoalergênico, como cremes ou loções calmantes com camomila ou aloe vera.

Caso o desconforto e a irritação não passem, é recomendado procurar auxílio de um médico dermatologista ou alergologista. Esse profissional receitará medicamentos antialérgicos, como anti-histamínicos ou corticoides, para controlar os sintomas desse problema.

Agora que você já sabe quais são os principais tipos de alergia na pele, fique atento para evitar a manifestação dos seus sintomas. Não deixe de procurar ajuda médica para receber orientações quanto ao melhor tratamento para o seu caso.

E aí, gostou deste post? Assine a nossa newsletter e fique sempre por dentro dos melhores conteúdos sobre saúde e bem-estar!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.