Conheça os tipos de colágeno e suas diferenças!

O colágeno é a proteína mais abundante do organismo humano, representando cerca de 30% do total de proteínas. Ele é sintetizado no interior das células, como os fibroblastos, condroblastos e osteoblastos. Sendo assim, o colágeno é encontrado em diferentes tecidos, como a pele, ossos, cartilagens e músculos lisos.

A principal função dessa proteína é manter as células elásticas, firmes e unidas, impedindo que a deformação dos tecidos ocorra. Após os 30 anos, a sua produção começa a decair, e é por esse motivo que a qualidade da pele piora e surgem rugas e linhas de expressão.

A fim de manter a pele rejuvenescida, é interessante repor o colágeno e estimular a sua produção no corpo. Embora muitas pessoas não saibam, existem vários tipos de colágeno, sendo que cada um é importante para uma função do organismo. Explicamos, neste post, quais são os tipos de proteína e como repor. Acompanhe!

Quais são os tipos de colágeno?

Colágeno tipo I

O colágeno do tipo I é o mais abundante entre os tipos de colágeno, representando cerca de 80% a 90% do total. Ele está presente na pele e em seus anexos (como as unhas e os cabelos), nos ossos, em cartilagens fibrosas, nos tendões e nos ligamentos.

A estrutura desse tipo de colágeno forma fibras que são capazes de estruturar os órgãos e tecidos, deixando as suas células unidas e firmes.

Colágeno tipo II

O colágeno do tipo II é o principal componente das cartilagens, sendo produzido pelos condrócitos. Nesse caso, não há produção de feixes, tendo em vista que a função da proteína é agir como uma esponja ao absorver e eliminar água conforme a necessidade da estrutura.

Os principais locais constituídos por esse tipo de colágeno são as cartilagens hialinas e elásticas, discos intervertebrais e nos olhos.

Colágeno não-desnaturado

A maioria das proteínas pode ser desnaturada. Isso quer dizer que houve quebra de sua estrutura, o que acontece devido às altas temperaturas ou pelos extremos de pH.

No entanto, para que a estrutura se mantenha íntegra, é ideal que o colágeno seja do tipo não-desnaturado. Os colágenos não-desnaturados são do tipo II, sendo ideais para tratar doenças da cartilagem.

Colágeno hidrolisado

O colágeno hidrolisado é extraído dos ossos e das cartilagens do boi. Depois ele passa por um processo chamado de hidrólise, em que ocorre quebra das moléculas de proteína. Isso é feito com o objetivo de tornar a absorção mais fácil para o organismo, o que potencializa o efeito do suplemento.

A função desse tipo de colágeno é repor os níveis de proteína, que diminuem com a idade. Dessa forma, cabelos, unhas, pele e as articulações são beneficiadas.

[]
1 Step 1
Que tal receber ofertas e matérias com prioridade?
Seu Nome
Previous
Next

Como repor essa proteína?

Como o colágeno está presente nas mais variadas células do organismo, repô-lo é importante para o bem-estar do organismo como um todo. Afinal, essa proteína fortalece os ossos, evitando a osteoporose, e também as articulações, prevenindo problemas articulares. Além disso, existem benefícios estéticos devido a melhora da aparência da pele, dos cabelos e das unhas, que ficam mais fortes e elásticos.

Para tanto, pode-se usar o colágeno em pó ou em cápsulas do tipo I. Já o tipo II é mais recomendado para tratar doenças autoimunes da cartilagem, como a osteoartrite de origem autoimune e a artrite reumatoide. Isso porque nessas doenças o corpo destrói a própria cartilagem e, assim, há necessidade de repô-la.

E então, entendeu quais são os tipos de colágeno e em quais casos cada um está indicado? Se você tem problemas na cartilagem, como acontece nas doenças autoimunes, precisa conhecer o Articure, o colágeno do tipo II não desnaturado da Oficial Farma!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.