Correr de máscara: veja 5 mitos e verdades aqui!

A pandemia de Covid-19 mudou radicalmente a rotina de todas as pessoas. Após o período inicial de isolamento, as atividades físicas voltaram a ser permitidas, em especial ao ar livre. Nesse cenário, muita gente se pergunta sobre correr de máscara.

Apesar de poder causar algum desconforto, sobretudo nos primeiros exercícios, a máscara não prejudica a saúde de nenhuma maneira. Pelo contrário: esse acessório é fundamental para a prevenção do novo coronavírus.

Para sanar dúvidas importantes a respeito do assunto, continue conosco no post e confira 5 mitos e verdades com relação ao uso de máscara para correr. Boa leitura!

1. Reduz o risco de infecção por Covid-19: VERDADE

Correr de máscara diminui de modo considerável a chance de você ser infectado pelo novo coronavírus. Afinal de contas, trata-se de uma doença transmitida majoritariamente por vias respiratórias.

Quando uma pessoa pratica atividades físicas com o uso da máscara, reduz o risco de entrar em contato com partículas do vírus que podem estar circulando no ar — os chamados aerossóis.

2. Exige troca constante do acessório: VERDADE

Você já deve ter lido sobre a importância de trocar a máscara de duas em duas horas, certo? Pois isso é o ideal em situações normais, já que, quando atividades físicas entram em cena, o período indicado diminui.

A corrida, por exemplo, eleva a frequência respiratória e, com isso, são liberadas mais partículas. De quebra, a umidade da máscara cresce. Isso aumenta o efeito aerosol, o que estimula a transmissão do vírus.

3. Causa a reinalação de gás carbônico (CO2): MITO

Na literatura científica, não existe nenhum artigo que comprove essa teoria. Correr de máscara não prejudica a entrada de oxigênio (O2) nas vias aéreas nem a exalação de gás carbônico, o CO2.

O processo respiratório humano funciona a partir da inalação de O2 e da liberação de CO2. Alterações nessa dinâmica prejudicam a oxigenação do sangue, o que se chama de hipercapnia. Porém, fique tranquilo: nenhum tipo de máscara recomendada para prevenção da Covid-19 causa esse tipo de problema.

4. Pode causar certo desconforto: VERDADE

Essa nova realidade nos pegou de surpresa, por isso, é normal sofrer com a adaptação. Correr de máscara pode causar um certo desconforto, sobretudo em locais de clima quente e úmido.

A barreira criada pelo acessório exige mais esforço para respirar adequadamente, o que no início atrapalha bastante. Com o tempo, porém, acostuma-se; o importante é se prevenir e, caso necessário, reduzir um pouco a intensidade do exercício.

5. Proporciona proteção suficiente: MITO

Ao sair para fazer atividades, seja ao ar livre ou em uma academia, por exemplo, jamais pense que a máscara basta para evitar o risco de infecção pelo novo coronavírus.

Pelo contrário, na verdade. O distanciamento social ao se exercitar segue tendo a mesma relevância de outras circunstâncias do convívio no dia a dia. A necessidade de higienizar as mãos com frequência também não muda.

Conforme observamos no texto e experimentamos na vida real, correr de máscara pode ser um pouco desconfortável, mas é a alternativa mais responsável e correta a tomar durante tempos de pandemia. Quanto ao material, prefira o algodão, com tecido duplo, mas sempre procure o máximo de conforto possível de acordo com seu rosto. E se umedecer, troque!

Curtiu o post? Se as informações sobre a máscara foram úteis para você, aproveite a visita e curta a página da Oficial Farma no Facebook!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.