Vale a pena adicionar o dia do lixo na dieta?

Uma dúvida recorrente para aqueles que buscam hábitos alimentares saudáveis é: vale a pena adicionar o dia do lixo na dieta? Seja por motivos de prescrição médica, seja para atingir uma meta de emagrecimento, a alimentação saudável deve fazer parte do nosso dia a dia. Mas será mesmo possível darmos algumas escorregadas de vez em quando sem provocar danos para o organismo?

Para esclarecermos essa questão, elaboramos este post para ajudá-lo a entender a relação entre o dia do lixo e as dietas. Acompanhe!

[]
1 Step 1
Que tal receber ofertas e matérias com prioridade?
Seu Nome
Previous
Next

O que é o dia do lixo?

O popularmente conhecido como dia do lixo é um momento de fuga de alguma dieta prescrita para um paciente ou atleta. Esses indivíduos alegam para os seus nutricionistas que não estão vendo resultados ou que estão se sentindo irritados ou ansiosos. A partir disso, alguns extrapolam tanto na quantidade quanto na qualidade dos alimentos.

Fisiologicamente, existe algum sentido na estagnação dos resultados a longo prazo. Isso acontece porque, ao sentir o déficit calórico, o organismo encara essa situação como risco de vida e diminui o metabolismo, iniciando o estoque de gordura ou consumindo parte da massa magra. Psicologicamente, a restrição de alguns nutrientes pode mudar o paladar e provocar a sensação de mau-humor.

Diante disso, alguns profissionais permitem que seus clientes escolham um único dia da semana para dar uma escapada no cardápio. No entanto, isso não deve se tornar um hábito e nem quer dizer que é necessário ingerir alimentos considerados prejudiciais à saúde.

Quais os benefícios do dia do lixo?

Como praticamente tudo na vida tem seu lado bom e seu lado ruim, o dia do lixo pode oferecer benefícios se for adotado com cautela. Conheça alguns:

  • aumento da leptina: hormônio responsável pelo controle alimentar, a leptina manda informações de saciedade para o cérebro. Em dietas prolongadas, ela pode atingir níveis baixos e levar o indivíduo à hiperfagia (descontrole ao ingerir alimentos);
  • regulação dos hormônios da tireoide: o descontrole desses hormônios provoca uma série de danos para o organismo, entre eles o aumento de peso;
  • sensação de flexibilidade: traz bem-estar saber que há um dia da semana em que você pode abusar um pouco ao incrementar sua refeição.

Quais os riscos do dia do lixo?

Veja agora alguns malefícios que o dia do lixo pode provocar nos seus praticantes:

  • ganho de peso: se optar por alimentos ricos em calorias, como carboidratos e gorduras, o indivíduo pode engordar;
  • aumento na quantidade de alimentos: há pacientes que acreditam que o dia do lixo é para comer ou beber até explodir e, assim, exageram nas refeições. Isso pode causar danos renais e hepáticos;
  • não retornar para a dieta: algumas pessoas, principalmente portadores de transtorno alimentar ou emocional, sentem-se tão bem extrapolando o cardápio que resolvem abandoná-lo de vez.

Portanto, o dia do lixo pode valer a pena para alguns indivíduos e, para outros, é melhor não arriscar. Entretanto, todo processo feito com acompanhamento especializado tende a funcionar corretamente. Sabendo disso, caso decida dar uma escapadinha no seu cardápio, converse antes com o seu nutricionista e peça instruções para não perder o que você já conquistou.

Gostou do conteúdo? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais e ajude seus amigos a melhorarem os seus hábitos alimentares.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.