Estresse: afinal, é possível trata-lo?

O estilo de vida adotado por grande parte das pessoas é um contribuinte de peso para a manifestação das sensações típicas do estresse, tais como desconforto, indisposição e irritação. Acompanhando essa realidade, surge o questionamento: existe tratamento para estresse?

Se você também busca uma resposta para essa pergunta, a boa notícia é que ela é positiva. No entanto, é preciso mudar alguns hábitos para tratá-la ou curá-la. Por isso, continue acompanhando este texto e descubra quais são e como incorporá-los na sua rotina.

Invista em medicamentos

O tratamento medicamentoso deve ser baseado em vitaminas do complexo B. Como o nosso corpo não produz essas vitaminas em quantidade suficiente, é preciso ingeri-las.

Elas são importantes porque ajudam na manutenção do sistema nervoso. Por isso, ter um multivitamínico com vitaminas do complexo B no seu kit de medicamentos pode ajudar na luta contra o estresse.

Para além dessa opção, existem remédios naturais que também podem ter ação semelhante. A passiflora, chamada também de flor-de-maracujá, é um ótimo exemplo.

A frequência recomendada é, no máximo, 3 ou 4 doses diárias. Cada dose tem cerca de 30 gotas e é diluída em água. Ou, ainda, diretamente na língua.

Uma infusão de folhas de laranja-amarga também pode ajudar, pois possui propriedades tranquilizantes e antiespasmódicas. O que isso significa? Que além de tranquilizar, alivia a tensão muscular que muitas vezes acompanha o estresse.

Tenha uma alimentação balanceada

Aqui, mais uma vez, as vitaminas do complexo B estão no centro das atenções. Um estudo realizado na Austrália, na Universidade de Tecnologia de Swinburne, mostrou que o consumo da vitamina B reduz em até 20% os níveis de estresse relacionado ao trabalho.

Para garantir a ingestão, leite, carne vermelha e gérmen de trigo são boas opções. No entanto, uma alimentação balanceada não é feita apenas de vitamina B.

Para garantir o equilíbrio do organismo e, consequentemente, da saúde física e mental, é preciso cuidar da alimentação como um todo. Isso quer dizer fornecer todos os nutrientes que o corpo necessita.

Resumindo: uma alimentação equilibrada é aquela que tem um consumo adequado de proteínas, vitaminas, minerais, carboidratos e gorduras. Evitar itens como açúcar, sal e cafeína também pode ser fundamental, pois eles agravam a perda de nutrientes durante quadros de estresse crônico.

[]
1 Step 1
Que tal receber ofertas e matérias com prioridade?
Seu Nome
Previous
Next

Pratique atividade física

Certamente você já praticou ao menos uma vez, correto? Sabe aquela sensação de bem-estar que vem depois? Ela é resultado de uma série de fatores, os quais têm muito a contribuir no tratamento para estresse.

Diversos hormônios são liberados, sendo que todos desempenham papel fundamental para o funcionamento do corpo. A adrenalina, por exemplo, reduz o estresse. O cortisol tem papel anti-inflamatório. Já a endorfina é responsável pela sensação de prazer, além de melhorar a qualidade do sono.

Esses não são os únicos, mas já servem de exemplo para convencer da importância do exercício físico. Por isso, não abra mão desse hábito. Mais do que uma questão fisiológica, a prática ajuda a desligar das preocupações do cotidiano.

Não é novidade para ninguém o impacto negativo que o estresse tem na qualidade de vida. Felizmente, alimentação, atividade física e medicamentos formam o combo perfeito de tratamento para estresse. É tudo uma questão de equilíbrio entre os três, aliados sempre a um estilo de vida saudável e medidas preventivas.

Gostou deste texto? Então assine a nossa newsletter para receber as futuras atualizações na sua caixa de entrada!

Sobre os medicamentos, onde é possível encontra-los?

Você pode encontrar diversos medicamentos que podem ajudar a diminuir o estresse neste link.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.