Regime x reeducação alimentar: entenda as diferenças

Na busca desesperada pela perda de peso, muitas pessoas acabam optando por regimes malucos — aqueles que prometem emagrecimento rápido cortando diversos tipos de alimentos. Mas será que essas saídas são realmente efetivas? A reeducação alimentar não seria uma opção melhor?

No post a seguir, vamos tirar essas e outras dúvidas. Só não se esqueça de que, na hora de escolher algum dos métodos de emagrecimento, é muito importante contar com a ajuda de um nutricionista: fazer dieta sozinho pode representar um risco para sua saúde.

Continue conosco para descobrir as características e diferenças entre regime, reeducação alimentar e dieta. Vamos começar?

Regime

Extremamente restritivos e prometendo resultados milagrosos, os regimes são cardápios que priorizam a privação de alimentos como carboidratos e lipídios, além da redução de calorias ingeridas por dia. Isso pode ajudar de fato a perder peso rapidamente, mas é difícil conhecermos alguém que consiga seguir tais regras por muito tempo.

Afinal, quem é que aguenta passar um dia inteiro apenas à base de salada, não é mesmo? O pior é que, ao abandonar o regime, todos os quilos perdidos podem ser recuperados ou até aumentados (com o conhecido e terrível efeito sanfona).

Tudo isso acontece porque, ao diminuir a ingestão de alimentos, o organismo entende que precisa desacelerar e gastar menos energia. Quando o regime acaba, o metabolismo continua desacelerado, o que faz com que o corpo acumule as calorias que não foram utilizadas na forma de gordura.

[]
1 Step 1
Que tal receber ofertas e matérias com prioridade?
Seu Nome
Previous
Next

Reeducação alimentar

Para ter uma perda de peso saudável e duradoura, a reeducação alimentar é o método de emagrecimento recomendado pelos nutricionistas. Ao contrário do regime, essa alternativa faz muito bem para a saúde e não produz o efeito sanfona.

O cérebro é ensinado a se alimentar de forma inteligente e equilibrada. Para tanto, são ingeridos alimentos saudáveis, sem privações e muito menos passar fome, sempre de acordo com as necessidades de cada pessoa.

Assim, é possível comer de tudo se forem respeitadas as quantidades permitidas. O emagrecimento é progressivo e acontece sem sacrifícios, visto que a boa alimentação se torna um hábito — e não uma obrigação. Esta é garantia de manter a boa forma!

Como bônus, a reeducação alimentar é um método que faz muito bem para a saúde, pois estimula a ingestão de todos os nutrientes necessários à manutenção do organismo. Trata-se também da opção mais indicada para pessoas em tratamento de diabetes e pressão alta.

Dieta

Dieta é o nome dado a toda alteração alimentar que ocorre de acordo com as necessidades do organismo. Entre seus objetivos, podem estar:

Assim como a reeducação alimentar, as dietas prezam pela alimentação balanceada e saudável, adequada para cada pessoa, sem restrições severas difíceis de serem cumpridas. Portanto, essa também é uma ótima escolha quando o assunto é controle da alimentação.

E aí, gostou de descobrir quais são as diferenças e características do regime, da reeducação alimentar e da dieta? Consulte seu nutricionista para receber recomendações sobre o assunto e adaptar sua rotina de alimentação de forma individual. Assim, você vai conseguir emagrecer de forma saudável e sem sofrimento.

Agora, que tal aproveitar que já está por aqui para descobrir um pouco mais sobre os riscos da obesidade e do sedentarismo? Informe-se sobre os males da vida moderna que podem levar à morte!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.