Sofre com compulsão alimentar? Estresse pode ser o motivo.

Os distúrbios alimentares são problemas frequentes na sociedade em que vivemos, muito devido à pressão em seguir padrões de beleza e ao estresse e ansiedade do dia a dia. Comer compulsivamente está na lista desses distúrbios e, hoje, vamos falar um pouco mais sobre o tratamento para compulsão alimentar.

Muitas pessoas que estão nessa situação não acreditam que um dia vão conseguir sair dela. Comer exageradamente só pode ser superado com auxílio profissional e uso de medicamentos. Por isso, é importante ficar atento aos sintomas e procurar ajuda para contornar esse problema assim que ele for detectado.

Neste post, separamos as principais informações sobre o tema para que você saiba identificar se tem compulsão e conheça as suas formas de tratamento. Continue conosco e confira!

O que é compulsão alimentar?

O Transtorno de Compulsão Alimentar Periódica (TCAP), também chamado de comer compulsivamente e crises de voracidade alimentar, é um distúrbio alimentar em que o indivíduo tem as suas percepções de saciedade e fome alteradas.

O paciente compulsivo faz refeições exageradas até estar completamente cheio. E, no final, sempre acaba com um sentimento de culpa e arrependimento.

Apesar de apresentar frequências variadas, pessoas com compulsão alimentar têm cerca de 2 episódios compulsivos por semana.

Por que esse problema ocorre?

Diversas causas estão envolvidas com o desenvolvimento do Transtorno de Compulsão Alimentar Periódica. Entre elas estão:

  • fatores genéticos;
  • fatores psicológicos e emocionais;
  • fatores socioculturais.

Geralmente, os indivíduos têm uma predisposição para desenvolver distúrbios alimentares, os quais são acentuados por fatores externos. Pessoas que fazem dietas rígidas e que tem problemas de autoestima estão mais suscetíveis a ter compulsão.

[]
1 Step 1
Que tal receber ofertas e matérias com prioridade?
Seu Nome
Previous
Next

Quais são os principais sintomas?

Os sintomas da compulsão alimentar podem ser divididos em duas categorias.

Sintomas clínicos

  • perda do controle durante as refeições;
  • comer muito rápido, mesmo sem fome e não mastigar direito;
  • comer pouco na frente dos outros e compulsivamente sozinho;
  • refeições com quantidades exageradas de comida pelo menos 2 vezes na semana.

Sintomas emocionais

  • culpa, arrependimento e vergonha após os episódios de compulsão;
  • distorção de imagem, baixa autoestima e insatisfação com o peso;
  • estresse, ansiedade e depressão.

Como tratar?

O tratamento para compulsão alimentar é multidisciplinar, ou seja, envolve o trabalho de diversos profissionais da área da saúde, entre eles, psicólogos e nutricionistas.

A psicologia entra para ajudar o paciente a superar as causas emocionais que desencadeiam as crises compulsivas.

Com o nutricionista, o paciente vai passar por uma reeducação alimentar para aprender a consumir alimentos mais saudáveis, recebendo orientações para montar um cardápio adequado e estabelecendo horários fixos para se alimentar.

Além disso, o uso de compostos naturais inibidores de apetite são ótimos aliados na busca pelo controle da compulsão, visto que bloqueiam as vias cerebrais que desencadeiam a vontade de comer.

Por fim, é importante destacar que o acompanhamento profissional deve ser periódico e em longo prazo, visto que o quadro é estabilizado, mas podem ocorrer recaídas.

E aí, gostou de descobrir quais são as causas, sintomas e como é o tratamento para compulsão alimentar? Portanto, ao perceber os primeiros sinais do problema, não deixe de procurar ajuda. Assim, você estará protegendo a sua saúde e qualidade de vida.

Agora, que tal curtir a nossa página do Facebook? Assim, você vai estar sempre por dentro de conteúdos tão bons quanto esse!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.