Vasodilatadores: entenda o que são e para que servem

Quem está sempre em busca do corpo perfeito sabe da importância de aliar suplementos nutricionais à dieta e treino. Dessa forma, conseguem potencializar a performance esportiva e acelerar os resultados que tanto desejam. Dentre os suplementos mais procurados, principalmente pelos que buscam hipertrofia, estão os vasodilatadores. Aliás, têm sido considerados melhores que o tão conhecido e consumido whey protein.

Desta forma, essa substância vem ganhando cada vez mais adeptos nas academias, pois é uma opção para quem busca por um corpo mais definido, uma vez que fornece nutrientes para os músculos e os deixam mais aparente.

Então, se você quer turbinar os seus treinos, melhorar seu desempenho físico e ganhar mais massa muscular, não pode deixar de ler este post. Esclareceremos tudo a respeito dos vasodilatadores: o que são, suas indicações, quais seus benefícios e efeitos colaterais. Confira!

O que são vasodilatadores?

São compostos por aminoácidos que estimulam a produção de óxido nítrico. Como é sintetizado pelo organismo, o óxido dilata as paredes das artérias. Com isso, aumenta o transporte de oxigênio, aminoácidos, glicose e outros nutrientes por meio da circulação sanguínea.

A consequência disso é que haverá maior volume de sangue em seus músculos durante os treinos, o que intensifica a atividade e faz reduzir a fadiga. Além disso, a recuperação pós-treino será mais rápida.

Dentre os principais compostos ativos presentes em um vasodilatador estão citrulina, arginina, cálcio e magnésio. Estes são responsáveis por gerar a síntese do óxido nítrico (NO²), que faz com que ocorra a dilatação dos vasos sanguíneos, além de vitaminas do complexo B para promover a construção dos músculos.

Como funciona o mecanismo dos vasodilatadores no organismo?

Os vasodilatadores atuam ampliando os vasos sanguíneos e artérias, expandindo de maneira temporária o seu calibre. Assim, além de serem utilizadas nas academias, estas substâncias têm outras funções específicas no organismo, como poder aumentar o fluxo de sangue no caso dos diabéticos com problemas circulatórios ou aterosclerose. Elas agem onde a passagem sanguínea está comprometida e ainda diminuem a pressão arterial, com a dilatação do espaço total nas áreas que o sangue circula.

Quais os benefícios dos vasodilatadores?

Com o aumento dos níveis de oxigênio e de nutrientes nos músculos durante o exercício, há um estado anabólico que auxilia na recuperação e no ganho muscular. Como o tecido fica mais alimentado, pode ser mais exigido. Desse modo, o tão conhecido efeito pump surge logo no início da suplementação. Assim, deve ser consumido cerca de 30 minutos antes da prática da atividade física.

Ou seja, com o uso de vasodilatadores é possível treinar por mais tempo antes de atingir a fadiga muscular e o intervalo de descanso é reduzido. Logo, eles aumentam muito o desempenho do atleta, a resistência, a força física e também auxiliam no ganho de massa muscular magra. Além disso, diminuem a fadiga e aceleram a recuperação dos músculos no pós-treino.

Em resumo, seus benefícios são:

  • mais resistência e fôlego;
  • ganho rápido de massa muscular;
  • maior vascularização (veias saltadas);
  • ganho surpreendente de força;
  • redução a pressão arterial;
  • maior oxigenação e nutrição nos tecidos musculares;
  • diminuição de dor e falta de ar no caso de angina;
  • aceleração da recuperação pós-treino.

Há efeitos colaterais no uso de vasodilatadores?

Se consumidos de acordo com as recomendações do fabricante, dificilmente haverá efeitos colaterais. Entretanto, seu mau uso pode ter como consequência a queda da pressão arterial, arritmia, dor de cabeça, congestão nasal, tontura, retenção de líquido, náuseas e erupções cutâneas.

Existem alimentos vasodilatadores?

É possível encontrar alimentos que promovem a vasodilatação. São eles: beterraba, chocolate amargo, alho, espinafre, salsão, melancia, nozes, soja, banana, pimenta vermelha, aspargos e guaraná. Portanto, é interessante incluí-los em sua dieta. Porém, sem a suplementação, você não terá os mesmos efeitos em seu corpo. Assim, alie a boa alimentação ao uso de suplementos.

Para que servem os medicamentos vasodilatadores?

Os vasodilatadores, como o próprio nome diz, servem para dilatar as paredes dos vasos sanguíneos e, especialmente as artérias, com intuito de favorecer o aumento do transporte de oxigênio, aminoácidos e glicose no organismo. Além disso, quem deseja melhorar a performance na academia e em diversos esportes, deve fazer uso dos vasodilatadores para aumentar a resistência, proporcionando mais ganho muscular.

Contudo, os fármacos vasoativos também servem para tratar problemas de saúde, como angina de peito, insuficiência cardíaca, doença de Reynaud, hipertensão pulmonar e outros distúrbios circulatórios periféricos e cerebrais.

Como consumir vasodilatadores?

Antes de consumir tanto os suplementos como os medicamentos vasodilatadores é importante procurar a orientação de um nutricionista ou médico, para que ele possa avaliar as suas condições de saúde e indicar o produto mais adequado para o seu caso.

Em geral, os vasodilatadores estão disponíveis em comprimidos ou cápsulas, que podem ser ingeridos com um pouco de água. Contudo, é preciso seguir as informações de acordo com o fabricante, pois a quantidade pode variar conforme a marca, não podendo exceder o consumo diário específico que consta na embalagem. Isso porque em dosagem excessiva, o uso do vasodilatador pode trazer efeitos colaterais e prejudicar a saúde.

Quais são os melhores vasodilatadores?

No mercado é possível encontrar inúmeras linhas de vasodilatadores, sendo importante saber escolher aquele que atenda as suas necessidades. Assim, se o objetivo é obter maior desempenho durante os treinos, o ideal é buscar aquele que estimule e potencialize essa função. Entre alguns exemplos de suplementação, podemos citar:

  • L-Arginina;
  • Tribulus terrestris;
  • BCAA;
  • Tadalafil
  • Beta-alanina;
  • Forpump.

Já os fármacos com ação vasodilatadora também têm seu funcionamento específico para cada caso. Os mais comuns no mercado são:

  • Diltiazen, verapamil, como bloqueadores dos canais de Ca;
  • Ramipril, enalapril e captopril, que inibem as enzimas ECA;
  • Viagra e seus similares;
  • Dinitrato de isosorbida;
  • Minoxidil e a Hidralazina;
  • Nitroprussiato de sódio;
  • Nitroglicerina.

Assim, os vasodilatadores são uma excelente opção para quem deseja resultados realmente expressivos, melhorar o desempenho, ter mais força física e resistência, aumentar a massa muscular e o fôlego, além de obter uma recuperação muscular muito mais rápida após os treinos. Além disso, como medicamentos estas substâncias podem melhorar os sintomas de diversas doenças, já que agem na promoção da redução e relaxamento da resistência vascular periférica, como também na musculatura lisa vascular.

Gostou do conteúdo e quer saber como encontrar o melhor vasodilatador para você? Então entre em contato conosco e conheça as diversas opções que temos para oferecer a você.

Como comprar?

Clique Aqui

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.