Veja os efeitos e impactos da falta de sol no organismo e na imunidade

Tomar sol faz muito bem para a saúde e para a imunidade. Afinal, os raios solares são responsáveis por grande parte da produção de vitamina D, uma substância indispensável para a manutenção do organismo. Então, o que acontece caso ocorra a falta de sol?

Neste post, vamos explicar melhor sobre os principais prejuízos da baixa exposição solar. Continue a leitura e descubra como evitar esses problemas. Vamos lá?

[]
1 Step 1
Que tal receber ofertas e matérias com prioridade?
Seu Nome
Previous
Next

Depressão

O número de pessoas que passam o dia inteiro dentro de escritórios, em frente a computadores, não para de crescer. Na verdade, desde a infância, as crianças são incentivadas a ficar dentro de casa com seus smartphones e videogames, distantes das brincadeiras em ambientes abertos.

Assim, estamos cada vez mais afastados das atividades ao ar livre e do contato com o sol, o qual desempenha um papel importante no nosso estado emocional. Sua falta pode até desencadear um quadro de depressão.

Quanto mais trancados entre quatro paredes, mais tristes ficamos. Por isso, não deixe de dar uma volta no parque, na sua rua ou até no quintal de casa — isso é fundamental para que você mantenha o seu psicológico saudável.

Falta de vitamina D

A vitamina D é um nutriente essencial para a saúde do nosso corpo. Sua função está associada à imunidade, à absorção intestinal de cálcio e à manutenção de ossos fortes e saudáveis. Portanto, é preciso investir na sua principal fonte natural: o sol.

Os raios solares são personagens importantes na produção de vitamina D. Sem eles, a síntese dessa molécula não acontece e sua falta resulta em sintomas como dor nos ossos, fraqueza muscular e osteoporose.

Problemas na pele

Doenças de pele, como a psoríase, estão diretamente relacionadas à falta de sol. Aliás, a exposição aos raios ultravioletas B (UVB) é uma importante ferramenta no tratamento desse problema.

Além disso, a vitamina D, produzida com o auxílio dos raios solares, faz muito bem para a pele de modo geral e ajuda a combater, inclusive, os sinais da acne. No entanto, isso não significa que você deve tomar sol a qualquer hora.

A exposição em horários inadequados, entre 10 e 16 horas, representa um risco para a saúde e pode favorecer o desenvolvimento de câncer de pele. Por isso, seja consciente: tome sol somente nos períodos indicados e usufrua apenas dos seus benefícios.

Risco de câncer

A baixa exposição aos raios solares e a queda nos índices de vitamina D estão diretamente associados com alguns tipos de câncer, a exemplo do carcinoma de colorretal. Isso acontece porque a falta desse nutriente favorece o crescimento e a sobrevivência de células malignas.

Por isso, é muito importante manter os níveis dessa vitamina de acordo com as recomendações. O nível mínimo é de 30 nanogramas por mililitro de sangue. Faça seus exames e confira se você está dentro da faixa ideal.

Caso você não consiga tomar sol da forma adequada, você pode acabar com uma deficiência de vitamina D. Isso é muito comum durante períodos do ano em que a incidência solar não é muito intensa, como o inverno.

Nesses casos, o certo é procurar um médico para receber um tratamento. Assim, ele vai prescrever o suplemento na dosagem correta para garantir que você fique com a sua saúde em dia.

Então, gostou de descobrir quais são os impactos da falta de sol? Agora, fica com você: não deixe de aproveitar o dia ao ar livre! Assim, você vai ficar bem longe dos efeitos negativos de uma vida pouco iluminada!

Precisa de uma mãozinha para garantir níveis corretos de vitamina D? Venha até a nossa loja e confira nossos produtos. Aproveite!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.